NOTÍCAS

 

26.11.2013 Santa Maria - RS AVTSM Somos todos Santa Maria

 

Não ao esquecimento.Prevenção feita pela Conscientização através da Divulgação.Amanhã serão 10 meses. homenagem aos 242 e 600 feridos.Estaremos todos no coração de Santa Maria.Aos amigos que responderam as solicitações.As cidades, escolas e associações.e movimentos que apoiam.Enviado pelo Adherbal Ferreira - AVTSM

 

Rapaz de 18 anos é preso com 178 quilos de maconha na MS-289

O DOF (Departamento de Operações de Fronteira) apreendeu no início da manhã de hoje (26), na MS-289, por volta das 5h40, na região de Amambai, a 360 km de Campo Grande, 175 quilos de maconha que estavam com um jovem de 18 anos.

Durante bloqueio policial, o rapaz que conduzia o veículo Polo, com placa de Goiânia (GO), recebeu ordem de parada, mas não obedeceu. Houve perseguição e o carro foi detido pelos policiais. No veículo, a polícia encontrou 168 tabletes de maconha, que totalizaram 175 quilos da droga.

O condutor, morador de Dourados, disse que recebeu o carro em Coronel Sapucaia, a 400 km de Campo Grande.

Ele foi preso e encaminhado, juntamente com o veículo, à delegacia de Amambai. - CAMPOGRANDENEWS

 

 

Em ação conjunta, PRF e Defron prendem quadrilha de roubo de caminhões e motos

 

Filipe Prado

A Defron (Delegacia Especializada de Repreensão aos Crimes de Fronteira), DOF (Departamento de Operações de Fronteira) e PRF (Polícia Rodoviária Federal) prenderam uma quadrilha que estava roubando caminhões e motos em Dourados. As prisões aconteceram na quinta-feira (22), após roubo de um caminhão de mudanças.

Os policiais da Defron receberam a informação de que um roubo de um caminhão estava em andamento. Eles repassaram os dados para a PRF, que conseguiu recuperar o caminhão, próximo ao posto Capey, em Ponta Porã. Outras informações mostraram que o motorista e seu ajudante, estariam amarrados em uma mata, próximo a Laguna Caarapã.

Os membros da quadrilha Luiz Carlos de Almeida Gonzales, 30 anos, Adriano Pereira Costa, 23, e, o menor, A.P.C, 16, foram presos, perto do centro de tratamento de águas de Dourados, após fugirem do local, onde deixaram amarrado o motorista e seu ajudante.

Outros suspeitos foram identificados como membros da quadrilha no presídio semi aberto de Dourados e no PHAC (Presídio Harry Amorim Costa). Adriano de Oliveira Bernardo, 25, e Gilson de Freitas Patriota, o Oreia, 28, foram presos por participar do esquema e intermediar as vendas no Paraguai.

A partir dos depoimentos colhidos, vários outros furtos e roubos, foram identificados pela polícia, sendo cometidos pela quadrilha, como o de motocicletas, que seriam levadas ao Paraguai. Eles relataram que chegavam a ganhar de R$ 1.000 a R$ 1.500 por moto. -CAMPOGRANDENEWS

 

 

 

 

26/11/2013 14:11

Policiais da fronteira fazem amanhã mobilização por melhores condições de trabalho - MIDIAMAX

Policiais rodoviários federais, policiais federais e servidores da Receita Federal fazem amanhã (27), das 8h às 12h, uma mobilização nacional por melhores condições de trabalho e, principalmente, a implantação efetiva da Lei nº 12.855/2013, que institui a indenização de fronteira aos servidores desses órgãos como forma de incentivo para que permaneçam trabalhando nessas áreas.

Em Dourados, a concentração vai acontecer no posto da PRF (Polícia Rodoviária Federal), onde pelo menos 400 servidores devem participar do ato de panfletagem e adesivagem de carros que passarem pela rodovia. A ação acontece simultaneamente em Campo Grande. A reivindicação dos policiais, principalmente, é antiga, em uma ‘briga’ por investimentos em recursos humanos, equipamentos e qualificação dos profissionais.

Marcos Khadur, vice-presidente do SinPRF/MS (Sindicato dos Policiais Rodoviários Federais de Mato Grosso do Sul), resume o ato de reivindicação da categoria como uma necessidade urgente de incentivo ao trabalho dos servidores que prestam serviço nas áreas fronteiriças do Estado, que possui nove postos nessas regiões críticas.

“Se não tiver investimento, é impossível vencer a guerra. A partir do momento que você tiver um efetivo continuamente capacitado, o apoio de tecnologia, e o incentivo à permanência dos servidores na fronteira, como estabelece a Lei, a segurança pública nessas regiões que é determinante no sistema de todo o país avança”, disse Khadur.

Segundo ele, que também é coordenador de relações de trabalho da FenaPRF (Federação Nacional dos Policiais Rodoviários Federais), Mato Grosso do Sul tem em média dois policiais trabalhando nos postos de fronteira, quando o ideal seria seis no revezamento de seis por escala na execução das rondas preventivas e fiscalização de combate ao crime.

Khadur destacou que o número de servidores concursados e em atividade na PRF no país é de quase 9.200. A lista de vagas aprovadas é de 13.098. Isso gera um déficit de quase quatro mil vagas, que estão em aberto, e que, ainda que fossem preenchidas, não supririam a necessidade, conforme o sinPRF.

“Mesmo que essas 13 mil vagas fossem preenchidas, não conseguiríamos fechar dentro dos 675 postos de trabalho do país um efetivo ideal. A realidade do nosso Estado, por exemplo, é que os crimes que são combatidos na fronteira acontecem nos demais postos, o que estabelece um perfil diferente que requer incentivos específicos. Hoje é quase impossível que os servidores que trabalham na fronteira residam lá porque o Estado não os protege. Com a designação dos municípios cujos servidores seriam beneficiados com a Lei 12.855/2013 poderia haver esse incentivo, o que seria um ganho para o servidor e para o sistema”, finalizou Khadur.

© 2023 por Maes da Fronteira criado por Wix.com

Entre em contato:
(67) 99854216

(67) 91395646

              "Somos anjos de uma só asa, somente                                    juntos  podemos voar"

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now